Configurar banco de dados IBExpert

Para configurar o banco de dados pela primeira vez, basta entrar na pasta Domynus com o sistema ja instalado, nesse caminho: C:\Domynus\Arquivos Implantacao\banco de dados\IBExpert abrir o executavel IBExpert

IBExpert inteiro

Clicar no canto Superior Esquerdo no +, irá abrir a tela de configuração,

no Server colocar Local,

Server Version, Firebird 2.5,

Database File, procurar pela base, no mesmo caminho que esta a foto,

Database Alias, colocar o nome Domynus e do cliente, como na foto,

Username SYSDBA

Password masterkey(em minusculo)

Charset ISO8859_1

Apos colocar essas informações, clicar em Test Connect

TESTEPASSED

Aparecendo duas vezes a mensagem …Passed!, clicar em Cancel para fechar essa tela e clicar no OK para registrar.

Anúncios

Módulo TEF

Atenção suporte / Cliente

Em hipótese algum o caixa deva permitir o cliente sair da loja sem que tenha sido feito a impressão do comprovante do cartão e Nota Fiscal.

O Fechamento da tela de faturamento sem a confirmação, acarretará em cancelamento das transações e assim sendo, sem o faturamento real da venda junto a operadora.

TEF – Transferência Eletrônica de Fundos


Sigla
GP = Gerenciador Padrão – Cappta, Paygo etc
TEF House = Empresas que possuem o produto Cappta, Paygo etc

Como funciona o TEF no Domynus?

O Domynus envia as seguintes informações para o GP, Pagamento débito / Crédito, Valor e quantidade de parcelas para pagamento crédito.

O GP processa as informações e retornado para o Domynus se a transação foi aprovada ou não, caso aprovada, retorna também os dados de aprovação.

Domynus coleta as informações de aprovação e salva-as no banco de dados e continua o fluxo normalmente e ao fim, após a impressão da nota fiscal, é impresso uma via da transação TEF para o cliente e para o Lojista.

Atenção!
Em pedidos express, é obrigatório a geração da NF após o faturamento do mesmo.

A via do cliente e do Lojista são iguais, porque as demais informações além das mostradas, são informações mais técnicas sem utilidade para o cliente no momento da venda.

Quais sãs as informações disponibilizadas pelo TEF ?

Todas as informações são salvas no banco de dados na tabela FIN_TEF_TRANSACOES.

Na tabela FIN_DOCUMENTO, no título do cartão que é gerado, é salvo:

  • Código de controle
  • GP utilizado

Através da informação do código de controle e GP, se obtém as demais informações da transação na tabela FIN_TEF_TRANSACOES

Caso o cliente venha utilizar em outro momento um segundo GP, não ocorrerá conflito dos códigos por conta do nome do GP  utilizado na transação.

Informações mais importantes

  • Tipo de Faturamento
    • Débito = Á Vista
    • Crédito 1x = Crédito á vista
    • Crédito 2x ou mais  = Crédito parcelado
  • Valor
  • Quantidade de parcelas
  • Data e hora
  • Dados do cartão
  • Adquirente
  • Autorização
    • Identificador da Transação. Retornado pela Adquirente
  • Controle
    • Identificador da Transação. Retornado pelo GP.
    • Utilizado para reimpressão e cancelamento de transação.


Status da transação na tabela FIN_TEF_TRANSACOES

  • Confirmado = CON
    • Ocorre quando é confirmado o faturamento de cartão em TEF
  • Cancelada = CAN
    • Ocorre quando é estornado um pedido express com TEF
    • Quando realizado estorno, é gerado uma nova linha na tabela, pois é realizado uma nova transação com status confirmado e a transação solicitada é cancelada.
    • Cancelamento de TEF só podem ser feito no mesmo dia
  • Desfeita = DFT
    • Ocorre quando é realizado a transação TEF, porém não é confirmado o faturamento, é cancelado ou é Limpo F1 – Limpar

Configuração

Primeiramente o cliente deve estar devidamente cadastrado e liberado na TEF House. No sistema de controle que nós temos acesso.

Parâmetros Domynus

Preencha os seguintes parâmetros para Ativar o TEF

  • No cadastro de empresa deve estar o CNPJ correto utilizado no cadastro no TEF House
  • Assinale Usar TEF e Veja a Ajuda deste, informa todos os detalhes para cada TEF House.

Parâmetros GP – Cappta

  • Precisa instalar o GP Informando os dados corretos, CNPJ e PDV.
  • Realizar a atualização das configurações de forma onde todas a etapas estejam corretas
tef - cappta
Atualização do Cappta GP

Parâmetros GP – Paygo

  • Realize as instalações do Paygo Client e Servidor no computador do cliente e configure conforme treinamento da PayGo.

Fluxo de Venda

  1. Consulta de Pedido Express
    Na tela de Pedido Express aparecerá uma coluna indicando se o pedido express possui ou não TEF.Ao lado da coluna Nota Fiscal para o cliente ficar atento caso não tenha TEF.

    tef - consulta pedido express
    Consulta Pedido Expess
  2. Seleção de quantidade de parcelas
    tef - seleção de parcelas
    Seleção de Parcelas

    Não irá aparecer os dados de Operadora e Autorização.
    São informados automaticamente.

    Caso não tenha a bandeira registrada, será cadastrada automaticamente.

    Caso não tenha Internet ou sem possibilidade de transacionar, poderá selecionar a opção Transação Offline  para realizar da maneira sem TEF, onde será necessário informar a operadora e autorização

  3. Operação TEF
    Durante a transação irá aparecer a tela do GP da TEF House, informando detalhes da operação.

    Cappta

    tef - transação
    Transação TEF Cappta

    PayGo

    PayGo
    Transação TEF PayGo


    Operadora Padrão

    Antes de processar, é solicitado a Operadora (Rede, Stone etc), caso o cliente utilize apenas 1 operadora e não deseja ficar selecionando todo momento, basta configurar o parâmetro Operadora Padrão

     

  4. Dados da Transação Aprovada 

    Após a aprovação da Transação TEF, para confirmar os dados, basta olhar na coluna indicada na imagem abaixo o código de controle da transação.

    tef - fechamento venda cod controle
    Transação TEF

    Atenção!
    Nesta tela o cliente não conseguirá utilizar a opção Excluir Parcela no menu botão direito sobre a parcela de cartão com TEF.

    Caso o cliente clique em F1 Limpar todas as transações da venda serão desfeitas.
    Caso o cliente clique em ESC – Cancelar todas as transações da venda serão desfeitas.
    Caso o cliente fecha a tela com CTRL + F4 todas as transações da venda serão desfeitas.

    Em qualquer modo de fechamento desta tela que não seja mediante a confirmação da mensagem Deseja Confirmar? será cancelado todas as transações do TEF.

    Em qualquer dúvida entre em contato com a Tef House ou consulte no portal de vendas da Tef House o número de controle da transação e veja seu status.

    1. Cancelar o FaturamentoApós realizar a transação de TEF, caso deseja F1 – Limpar as Parcelas, ou Excluir a parcela ou Cancelar todo o Faturamento, para PayGO, será necessário realizar o cancelamento de cada transação TEF individualmente, pois não possui módulo de Multi TEF.
  5. Estorno Pedido Express

    Para realizar o estorno do pedido express, sigo o fluxo normalmente, porém é avisado que será necessário realizar o cancelamento do TEF também

    tef - estorno
    Confirmação de estorno

    Após a confirmação, basta confirmar o estorno e em seguida realizar o cancelamento do TEF;

    Cappta

    Para Cappta precisa informar o código do cancelamento solicitado.

    tef- cancelamento
    Código de cancelamento TEF

    PayGO

    Para Paygo, basta informar os dados que forem solicitado, como por exemplo o número do DOC. impresso no comprovante, que também é apresentado na tela das seguintes formas:

     

    PayGo Cancelamento
    Cancelamento TEF Paygo – Solicitando DOC.

     

    Atenção!
    Só é possível realizar o cancelamento de TEF do dia atual.

    Qualquer eventualidade, recuso de cancelamento será informado na tela e impedido o estorno, exceto caso a transação já esteja cancelada, nesse caso, será estornado normalmente.

  6. Fechamento Caixa
    Para impedir o cliente de deixar de emitir nota fiscal, o sistema realiza o bloqueio do fechamento caso tenha Pedido Express com TEF sem nota fiscal, ou com nota fiscal em ABERTO.

    tef - bloqueio fechamento caixa
    Mensagem bloqueando o fechamento do caixa

    Atenção!!!!
    Explique para o cliente que o sistema obriga a geração da nota fiscal do pedido express após faturá-lo.

    Indique ao cliente ficar atento na tela de consulta de pedido express para ter a certeza de que todos os pedidos express com TEF tenha nota fiscal gerada, bastando olhar na coluna TEF e Nota Fiscal.

    tef - consulta pedido express
    A não geração de nota fiscal de vendas com TEF poderá acarretar em multas.

Fim do Fluxo e configuração.


Configuração TEF Homologação

Para realizar a configuração TEF em homologação, siga a etapa TEF – CAPPTA / PayGO neste Link

Conferência de mercadoria – Transferida

Vá no modulo estoque. 

Modulo estoque

No modulo estoque vá no menu Estoque, e depois na opção Conferência.

Menu

Irá abrir a tela para pesquisar as transferências feitas. 

1° Informar o numero da transferência ( Tem no romaneio impresso ou enviado por e-mail)

2° Clicar em cima da transferência desejada.

3° clicar no F4-Alterar

Tela conferencia

Irá abrir a tela para conferência. 

1° bipar as peças.

2° Após a conferencia, clicar na opção F8 – Salvar

tela de conferencia

Configuração de ST (Substituição tributária) por NCM

A configuração da ST é feita por NCM para isso é necessário ter uma listagem dos NCMs que possuem a ST (pegar com o contador a informação).

No Cadastro de Empresa deve estar Calcula ST – SIM

IR NO MODULO CONFIGURAÇÕES.

CONF ST

F2-EMPRESAS.

CONF ST

F4-ALTERAR.

CONF ST

 

NA ABA PARÂMETROS, MUDAR CALCULA S.T PARA SIM E SALVAR.

CONF ST

 

 

Ir no módulo Estoque.

Modulo estoque

No módulo estoque, vá no menu Estoque/ Cadastros / Tipi NCM

Caminho

Irá abrir a tela para a pesquisa de NCM.

  • 1° Alterar a opção de busca para NCM.
  • 2°  Pesquisar o NCM que precisa configurar a ST, quando ele aparecer na listagem,
  • 3°  Clicar nele
  • 4°  E depois na opção F4 – Alterar.

Tipi - NCM

 

 

Irá abrir a tela para a alteração do NCM

Informar de acordo com  a necessidade

  • 1° É necessário alterar o possui ST para SIM
  • 2° O Tipo da movimentação (de acordo com o que o cliente vai usar) 

(A regra 31 – NFce cupom fiscal é a nota do consumidor eletrônica modelo 65 .                           A 21 – NF. DE venda PDV é a NFe modelo 55). 

 É necessário informar a ST de todas as regras (operações) que serão usadas.

Informar o CFOP (o contador deve fornecer essa informação).

Informar a CST interna e interestadual (o contador deve fornecer essa informação).

Lembrando de sempre dar enter para carregar os campos 

  • 3° Dar enter até chegar no botão incluir e depois de incluir todas as movimentações desejadas clicar no botão F8 – Salvar.

Alteração NCM

 Na aba MVA, informar as alíquotas que o contador informar para cada estado:

CONF ST

A Tabela de ICMS deve estar configurada.

em F10-Configurações / Configurações / Cadastro / alíquota ICMS.

CONF ST

Como configurar Nota Fiscal de Serviço – NFSe?

Desde que foi implementada, a emissão da nota fiscal de serviço eletronicamente, nas prefeituras de todo o país, cada prefeitura optou por contratar uma software house para desenvolver seu emissor.

Em cidades maiores, as prefeituras acabaram contratando empresas de software que além de possibilitar a emissão manual da nota de serviço pelo site da própria prefeitura, também pudessem fornecer um provedor webservice onde as empresas que precisassem emitir nota de serviço,  tivessem a opção de integrar ao seu software de gestão.

Ou seja, tem prefeituras que usam provedores de serviços/servidores de emissão de nota de serviço que podem ser integrados ao software de gestão por meio de webservice e tem prefeituras que usam provedores de serviços/servidores de emissão de nota de serviço mas que não fornecem esta integração.

Para consultas de quais prefeituras usam serviços que podem ser integrados, a Log deixou registrado em seu cadastro de cidades, a informação sobre este provedor quando o mesmo possui integração via webservice. Os que constarem alguma informação no campo Provedor de NFS-e tem esta opção disponível. Os que estiverem em branco não tem como gerar NFS-e diretamente pelo software, assim como é feito na NFe e NFCe.

provedor-nfse
Mais Informações referente a NFSe neste link  aqui e através destas Informações NFSe.


 

Como configurar Nota Fiscal de Serviço – NFSe ?

  1. Versão programa NFSe

    Pegue a versão mais recente do aplicativo no seguinte diretório:
    Servidor -> D:\Projetos\Domynus NFSe\Versões

    Ele deve ficar na pasta do sistema Domynus, no mesmo local que o PDomynus.

  2. Configurações de Comunicação para Envio

    1. Identificar Provedor
      Na pasta PADRÃO dos clientes no servidor, copie o seguinte arquivo:

      Cidades.ini

      Cole-o na pasta Domynus.

      Agora, neste arquivo procure pela Cidade do cliente que irá emitir NFSe e veja qual é o provedor.

      O sistema utiliza este arquivo para identificar de qual é o provedor e seu arquivo .ini que deverá utilizar para enviar a nota.

    2. Identificar Schemas do Provedor e Webservices para envio

      Na pasta PADRÃO dos clientes no servidor, na pasta Schemas/NFSe

      • Schemas
        Estão na Pasta com o nome do Provedor
        Copie e Cole na pasta Domynus/Schemas/NFSe
        Ex: Betha
      • Webservices  para envio
        Estão no Arquivo .INI com o nome do Provedor
        Cole na pasta Domyus
        Ex: Betha.ini

        O sistema utiliza esta informação para saber para qual local enviar os dados.

  3. Cadastro Cidade
    No cadastro da cidade, em provedor, escreva corretamente o nome do provedor que foi identificado no passo acima.

    O sistema utiliza este nome do Provedor para identificar a sua pasta de schemas.

  4. Atualizar Cod. Serviços Fiscal da receita
    Na receita, cada serviço existente possui um Código Fiscal específico que deve ser informado na NFSe.
    Podem ser consultados através desta link: http://sped.rfb.gov.br/pagina/show/1601

    No programa Rotinas Auxilizares, a partir da versão 1.0.0.4 execute a rotina
    Serviços – NFSe para registrar no banco de dados os Serviços e seus Códigos Fiscais.

  5. Atualização / Cadastro de todos os Serviços do Cliente
    Veja com o cliente quais são os Códigos fiscais dos serviços que eles emitem NFSe.
    Veja com o cliente quais são no nosso sistema os serviços referente ao serviços acima identificados. Caso não tenha os serviços cadastrados é necessário cadastrar.

    No cadastro de cada um destes serviços, na aba Observação, no campo Tipo de Serviço, é necessário colocar o código daquele serviço.

    Atenção!!
    No sistema da prefeitura, o cliente deve estar vinculado com esse tipo de serviço.
    Se colocar um código de serviço que a empresa cliente não faz no site da prefeitura, irá dar erro na NFSe.

  6. Cadastro de empresa
    1. Na aba Parametros, informe a Inscrição Municipal e CNAE;
    2. Na aba Nota Fiscal, é preciso registrar a numeração fiscal.
      Lote RPS = Número do último Lote (Caso não saiba informe Zero)
      NFSe = Número do último RPS emitido
      Em alguns provedores, é preciso seguir a sequência, mas isso se consegue após o envio da primeira NFSe, ocorrerá erro e informará a sequência.

      Caso não consiga na mensagem, veja na última NFSe.

  7. Regra Fiscal
    Na regra fiscal 15 – NF. VENDA DE SERVIÇO, na aba Outros, informe a Alíquota de ISS (%) e para Gerar NUM NF;
  8. Nos parâmetros
    Na aba faturamento, deve ser preenchido o usuário, senha e frase secreta caso existam.
  9. Domynus
    Pegue a última versão do Domynus com os scripts devidamente executados através do Atualizador.

    Segue os scripts caso necessário:

    ALTER TABLE mov_nf
    ADD NFSE_LOTE INTEGER;

    COMMENT ON COLUMN mov_nf.NFSE_LOTE IS
    ‘Numero do Lote de envio para Notas fiscais de servico – RPS = Recibo provisorio de servico’;

    ALTER TABLE MOV_MOVIMENTO
    ADD NFSE_NUMRPS VARCHAR(10);

    COMMENT ON COLUMN MOV_MOVIMENTO.NFSE_NUMRPS IS
    ‘RPS = Recibo provisorio Servico’;

  10. Versão do Sistema Domynus Fiscal
    X:\Projetos\Domynus NFSe\Versões
  11. Pronto! Está devidamente configurado!!
  12. Teste

    1. Coloque o sistema em homologação
    2. Inclua uma nota fiscal do tipo 15 com um serviço
    3. No programa PDomynus Fiscal localize esta nota, selecione-a e envie.

 

 

SAT: Configuração de ambiente para testes

SAT

Procedimentos para realizar configuração para realizar emissão de Testes:

Configuração do Emulador

  1. Realize o download do Emulador aqui (A versão mais recente);
  2. Instalação do Driver
    1. No arquivo baixado, copie a pasta SAT para o diretório C:\:

      C:\SAT

      Obs: Nesta pasta está o driver  de comunicação do emulador SAT-CFe

  3. No arquivo baixado, Instale o Emulador: Setup-Emulador_OffLine_vxxxxxx;
    Instalação simples, bastando seguir em próximo;O programa será instalado em:

    “C:\Program Files (x86)\SAT-CFe\Emulador\Emulador SAT-CFe.jar”

    Após instalar, será criado um atalho na área de trabalho;

  4. Após a instalação, execute o programa. Irá abrir uma tela da seguinte forma:

    Emulador SAT CFE
    Tela do emulador SAT
  5. O Emulador está rodando, agora precisamos configurar o Keronota;Para maiores informações sobre o emulador, baixe o manual dele no mesmo link do emulador, aqui;

Configuração do Keronota

  1. Abra a tela de Empresa
  2. Em SAT, realize as configurações conforme as imagens abaixo:

1 Configuração SAT Keronota

  1. Código ativação: ‘00000000‘ ou ‘123456
  2. Assinatura SW. House:

    9d4c4eef8c515e2c1269c2e4fff0719d526c5096422bf1defa20df50ba06469a28adb25ba0447befbced7c0f805a5cc58496b7b23497af9a04f69c77f17c0ce68161f8e4ca7e3a94c827b6c563ca6f47aea05fa90a8ce3e4327853bb2d664ba226728fff1e2c6275ecc9b20129e1c1d2671a837aa1d265b36809501b519dbc08129e1c1d2671a837aa1d265b36809501b519dbc08129e1c1d2671a837aa1d265b36809501b519dbc08129e1c

    Assinatura utilizada no exemplo do ACBr;

2 Configuração SAT Keronota

Após todas as configurações realizadas, é preciso Ativar o SAT na aba Ações, associar a assinatura e realizar Teste Fim a Fim na aba Dados do Sat CFe.

Em todos estes procedimentos, o emulador estará mostrando mensagens referente cada procedimento.